Energisa quer comprar Eletrobras de Alagoas

por adm publicado 16/01/2018 20h21, última modificação 16/01/2018 20h21
Delegação de investidores visita sede da empresa e sindicato protesta contra a venda da estatal

Energisa quer comprar Eletrobras de Alagoas

Delegação de investidores visita sede da empresa e sindicato protesta contra a venda da estatal

 

Uma delegação de investidores e técnicos da Energisa – grupo que controla a distribuição de energia elétrica em 788 municípios brasileiros espalhados por oito estados, entre eles o Rio de Janeiro – visitou ontem a sede da Eletrobras Alagoas e participou de uma reunião fechada com a direção da distribuidora alagoana.
O grupo está interessado na privatização estatal, cujo processo de desestatização está sendo coordenada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A direção do sindicato dos Urbanitários tentou participar da reunião, mas não teve acesso. 
Houve um pequeno protesto com carro de som dos sindicalistas na entrada principal da Eletrobras. A segurança teve reforço. O protesto foi pacífico. Os representantes da Energisa entraram em pequenos grupos e participaram de reuniões por setores. Eles receberam relatórios da empresa.
O diretor-presidente da Eletrobras-AL, Adjair Vieira Barbosa, conversou com os sindicalistas. Adiantou que a reunião com os investidores interessados na privatização estava prevista pelo BNDES e descartou a participação do sindicato nos encontros com a delegação da Energisa.
Os investidores obtiveram informações técnicas e operacionais da empresa. O encontro com os técnicos locais durou boa parte do dia, mas nem a imprensa nem os sindicalistas puderam acompanhar a reunião.
Os técnicos e diretores de Alagoas foram orientados a não repassar nenhum tipo de informação porque todo o processo de privatização está sendo tratado pelo BNDES e Eletrobras, e obedece à recomendação de sigilo nesta fase de entendimento econômico

error while rendering plone.comments